Sabão

A definição correta de sabão é de um sal de ácido graxo, produzido pela ação de um álcali (hidróxido de sódio, hidróxido de potássio, carbonato de sódio, etc.) sobre óleos e gorduras naturais.

Para a produção de sabões destinados a limpeza de roupas e louças é comum o uso de gorduras animais, como o sebo de porco ou de vaca.

Sabões destinados a higiene pessoal normalmente são feitos à base de óleo vegetais.

A ação do sabão se deve a sua molécula que possui uma parte polar, solúvel em água, e uma parte apolar, solúvel em gordura.

Tudo se passa como se a parte apolar fixasse a gordura e então todo o conjunto fosse arrastado pela água onde se fixou a parte polar.

Os sabões obtidos na reação com soda cáustica (hidróxido de sódio) são denominados de sabões de sódio e possuem consistência mais dura. São usados, por exemplo, na fabricação de sabão em barra e sabonetes.

Sabões obtidos na reação com a potassa cáustica (hidróxido de potássio), são denominados sabões de potássio.
Possuem consistência mais mole e são usados, por, exemplo, em cremes de barbear.

Podemos considera o sabão como um produto de limpeza, contendo sabões e outros ingredientes destinados a melhorar suas qualidades.

Sabão de limpeza doméstico ou “sabão em pedra” é utilizado para louça ou limpeza geral.

Sabonete

É o tipo de sabão definido como um produto destinado à limpeza corporal.

Detergente

É definido como tudo aquilo que limpa, ou como determina a legislação, como produto destinado a remover sujidades e gorduras e à higiene de recipientes e vasilhames e à aplicação de uso doméstico, por essa definição um sabão deve ser considerado como detergente. Os objetivos de um detergente não se resumem apenas na limpeza, mas também na manutenção, conveniência e frescor.

O Principal ingrediente orgânico dos detergentes é o surfactante, agente que tem a propriedade de baixar a tensão superficial da água, atualmente é obtido principalmente do petróleo (sintético), mas pode ser produzido a partir de gorduras, açúcar e outros materiais orgânicos.

Comercialmente classificam-se como sabões os derivados de gorduras naturais (animais e vegetais) e detergentes os que são derivados de surfactantes sintéticos.

Desinfetante

Destinam-se a destruir, indiscriminada ou seletivamente, microrganismos quando aplicados em objetos ou em ambientes.