- O que é? É uma doença que atinge os intestinos, provocada por um microorganismo chamado vibrião colérico e provoca forte diarréia e intestino, desidratando a pessoa.

- Quais os sintomas? Diarréia de início súbito que pode ser acompanhada de vômitos, desidratação, dor de cabeça e câimbras.

- Como se transmite? Pela água contaminada por fezes ou vômitos de pessoas infectadas, pelas frutas, verduras e outros alimentos contaminados pela água ou pelas mãos de pessoas doentes.

COMO EVITAR A CÓLERA?

- Beba somente água tratada. Se você não tiver água da rede pública de abastecimento, ferva a água disponível ou coloque duas gotas de água sanitária 2,5% em 1 litro de água, aguardando meia hora antes de usar ou beber. Mantenha o vasilhame coberto.

Obs.: Ou uma gota de hipoclorito de sódio Quimidrol para 2,5 litros de água.

- Lave bem os alimentos que serão ingeridos crus (frutas, verduras e legumes) antes de comer e coloque-os de molho em 1 litro de água com uma colher das de sopa de água sanitária 2,5%, aguardando 30 minutos antes de comê-los.

Obs.: Ou uma colher das de sobremesa de hipoclorito de sódio Quimidrol para 1 litro de água.

- Proteja os alimentos contra moscas e baratas.
- Evite consumir alimentos que não apresentam boas condições de higiene.
- Cozinhe bem os alimentos.
- Ferva bem o leite antes de usar.
- Evite alimentos crus, ou mal cozidos, em especial peixes ou frutos do mar.

- Lave as mãos com água e sabão:
- Antes das refeições e de preparar alimentos.
- Após ir ao sanitário.
- Após trocas fraldas.
- Ao chegar da rua.

ATENÇÃO!

Aos primeiros sintomas procurar o serviço de saúde mais próximo. Quando tratada imediatamente a doença não é normal.

Filtros de velas ou ozônio não têm eficácia comprovada na prevenção de doenças de veiculação hídrica como à cólera.